segunda-feira, 12 de julho de 2010

mil palavras








Venho com mais numa edição do Mil Palavras e trago um trecho da música "Vivo" de Lenine, um nordestino arretado de sotaque e com uma mente inteligente, criatividade e com toda certeza perceptiva. 


"Precário, provisorio, perecível
Falível, transitório, transitivo
Efêmero, fugaz e passageiro
Eis aqui um vivo

Impuro, imperfeito, impermanente
Incerto, incompleto, inconstante
Instável, variável, defectivo
Eis aqui um vivo

(...)

Não feito, não perfeito, não completo,
Não satisfeito nunca, não contente,
Não acabado, não definitivo"
                                                                                               Lenine



E afinal, é isso que realmente somos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário