quarta-feira, 26 de maio de 2010

mil palavras 2


Olá guys , bem , eu esqueci que isso aqui existe por um tempinho , na verdade , isso tudo vem da minha 'falta de jeito' com as palavras ultimamente , vocês bloggeiros , já tiveram isso ? espero que não , é horrível , não sai nada com nada , não tenho assunto , se eu fosse jornalista já teria surtado , pra marcar presença , vim fazer mais um mil palavras , que eu achei lindo por sinal , john lennon é estrela maior sempre né , vindo dele , não tem como ser ruim , espero que gostem .


"Faça seu próprio sonho. Se você quer salvar o Peru, vá salvar o Peru. É bem possível fazer alguma coisa, mas não dotá-lo de líderes ou parquímetros. Não espere que Jimmy Carter ou Ronald Reagan ou John Lennon ou Yoko Ono ou Bob Dylan ou Jesus Cristo venha e faça por você. Você tem de fazê-lo sozinho. É o que os grandes mestres têm dito desde que os tempos começaram. Eles podem apontar o caminho, deixar indicações e instruções em variados livros que são chamados de sagrados e venerados por suas capas, e não por aquilo que dizem, mas as instruções estão por aí para que todos as vejam. Sempre estiveram e sempre estarão. Não há nada de novo sob o sol. Todos os caminhos levam a Roma. E as pessoas não podem fazê-lo por você. Eu não posso te despertar. Você pode se despertar. Eu não posso te curar. Você pode se curar."
John Lennon

segunda-feira, 17 de maio de 2010

e agora, que jogamos tudo fora ?



Hey bloggers! Estive ausente esses dias porque estava numa viagem da escola para São Paulo, mas agora i'm back. Trouxe aqui um textinho cheio de significado pra mim, que acho que ficou meio estranho, mas é basicamente uma descrição para o que me domina no momento, infelizmente.


E agora ? A conflituosidade tomou conta, o masoquismo já passou de um mero ato de tortura, os sentimentos vão rasgando sem dó nem piedade. E agora, que todos as ações foram misturadas, não formavam uma conexão, mas cada gesto ficou guardadinho na minha memória, pronto para ser lembrado e relembrado a qualquer momento. Amanhã tudo pode voltar ao normal, ou não, independente de algo ou alguém, nesses dias alguma coisa se alterou em mim, em você e no ar que respiramos, isso eu sei. Escrever de sentimentos fica mais difícil a cada vez que me obrigo a expressá-los, um reflexo da nossa situação, ou melhor da sua, que é sempre dúbia e vai mudando de rumo. Você me bloqueou e nesse momento vi que o controle do desbloqueio está nas suas mãos, uma atitude egoísta, como sempre. Quero andar por aí, resgatar meus pensamentos felizes do ano que passou, resgatar a alegria instintiva que reinava em mim, é assim que deveria ser, é assim que eu quero que seja, e de alguma forma, eu vou tentar achar meu eu autruísta, só para sorrir, só para entender, só para te surpreender.


Primeira vez que escrevo um texto tão pessoal em relação à pessoa que falo aí, bem difícil pra mim até reconhecer que estou escrevendo sobre ele. Espero que a compreensão chegue em vocês, leitores.
Beijon

sábado, 15 de maio de 2010

o mundo por outro ângulo .

Estou no frio , no escuro , carente , estou com fome , na rua , sem lente .
Sem lente para isso tudo que vocês têm , sem lente vendo na pele como é uma realidade sofrida , sem lente quando sei como é não ter onde dormir , ou passar a noite sem comer , vocês com a lente só vêem o que não podem ter , e se eu luto cansada por algum tipo de sobrevivência , não é arrogância mas vocês da lente , vocês do alto , desprezam muitas vezes , o que têm.
Dispensar o lanchinho do coelhinho tarado é fácil , quando se paga caro em um petisco de sábado , mas quando não se têm nada , as escolhas são poucas , ou sim ou não , ou vai ou volta , nessa hora , o coelhinho tarado satisfaz com um sorriso .
Sei que as realidades são diferentes , até demais , e não culpo o senhor , por tudo isso , mas que tal na hora de reclamar , abrir os olhos só pra reparar o quanto a vida é dura pra quem tem que ralar ? e quando você não puder comprar o tênis caro , lembre por um segundo que for , que o barato talvez não seja pior e que , quando a sua mãe dizia pra não reclamar de barriga cheia ela tava certa , porque talvez você não conheça , o centro do Rio à noite , ou então , pior , você vê da sua janela todos os dias ,você vê do seu trabalho , no noticiário e nos jornais , mas finge que não vê e continua reclamando de não ter tal roupa , tal marca e outras bobagens .
Só proponho que você pense o quanto a sua vida é boa e chorar assim que perceber , vai parecer falso , mas acredite , vocês falam sem poder.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

instinto .


O meu instinto me manda correndo até vocês , meu bom senso não me deixa sair.
Queria realmente o fazer mas se fosse assim , tão fácil quanto dizer , eu não mais estaria aqui .
A melodia muda , os valores também , eu continuo a mesma , sempre mudando na mesma base , com o mesmo cal , eu sinto falta do quente que eu tanto desprezei , agora , sempre o anseio mais e mais . No meio dessa nostalgia , leva e trás, leva e trás , eu sinto frio .
Sei que escondo uma lágrima com um sorriso , não é fácil , já que tudo conspira dizendo que eu errei .
E se por acaso , eu sorrir em falso , saiba também que eu só queria chorar.

domingo, 9 de maio de 2010

foi de saudade


Hey guys! Nesse domingo chuvoso, dia das mães, almoços de família, nada pra fazer, eu resolvi postar, escrever sobre uma little thing que tem aparecido no meu dia-a-dia.

Sempre me disseram para aproveitar as coisas, porque elas passam e sentiremos sua falta, nunca acreditei muito para falar a verdade, mas é isso aí.

A gente não vive sozinho, fato, vivemos no plural, mesmo sendo singulares, indo com alguns caminhando ao nosso lado, outros escondidos, mas que de repente cruzam nosso caminho com uma força tão grande que nunca mais conseguimos tirá-los da lembrança. Tem sempre aqueles que mantemos e sempre manteremos distância, mas na real ? Eles, por incrível que pareça, fazem uma diferença sim, eles aguçam nosso senso crítico e nos fazem ver o que não queremos ser, e é sempre bom ter alguma certeza, mesmo que pouca, de que não somos o que não queremos ou não aprovamos.
É, eu não gostei muito desse post, sure que não um dos meus melhores, mas podem ter certeza de que essas saudades ainda vão render muitas palavras, mesmo. E vocês, sentem esse aperto no peito ? Essa saudade estranha do tempo que passou e a gente não viu ?
Beijon e happy mothers day pra suas mães lindas e dedicadas!

terça-feira, 4 de maio de 2010

todos contra a homofobia !


Olá bloggeiros ,
em virtude dessa lei genocida que quer entrar em vigor na Uganda, eu vim fazer um post diferente de todos que já fizemos aqui no blog . Tirar a vida de alguém pela sua sexualidade é algo inconcebível pra mim , e eu não consigo entender porque é assim , juro que não .
Já faz muito tempo que o mundo , a sociedade vem lutando por liberdade de expressão , hoje , em pleno século XXI , parte dela luta não só pela expressão , mas pela liberdade sexual .
Incrível é ver que teoricamente o nosso primeiro direito é à vida , e me vem um sujeito querendo matar gays , sinceramente , de onde vem esse ódio todo? desculpa , mas eu queria regredir esses seres à vidas passadas e ver o porque de toda essa intolerância , por que incomoda tanto ?
Defendo a causa dos homossexuais fielmente , a sociedade impõe normas , as pessoas as aceitam , e simultaneamente , se fecham, não para o novo , mas para o diferente .
Não entro em temas religiosos aqui , isso é pessoal , mas , se você , está lendo o nosso blog e possui uma religião contra 'homosseuxais', não saia dela , nem se revolte , se não quiser , mas não se deixe levar , teoricamente , a religião é algo que nos completa espiritualmente , e você pode continuar sendo fiel , e a favor , da causa homossexual , ou pelo menos , respeitando a mesma .
Outa coisa que me revolta é o fato de alguém , que se acha tão poderoso assim , querer separar sentimentos por sexos , sem ter a esperteza de perceber , saber e sentir , que existe algo muito maior do que preferência sexual , idade , e cor da pele , e que o tão clichê , o tal do amor , realmente ultrapassa as barreiras .
xx

segunda-feira, 3 de maio de 2010

aquela que se iludia demais

E faz mais um dia que ela ouve tudo e tenta não se abater, mas as palavras misturadas com risinhos vindos lá de trás são como espinhos, que vão furando lentamente, e seu instinto se tornando cada vez mais aguçado. É, para quem não sabia, intuição dói, e muito para ela.
Todo dia ela diz que cansou de se importar com ele, de se importar com elas, mas todo dia, antes de dormir, ela alimenta as esperanças em demasia.
Cuidado, um dia as esperanças ficam acima do peso, e subitamente, infartam.