quarta-feira, 12 de maio de 2010

instinto .


O meu instinto me manda correndo até vocês , meu bom senso não me deixa sair.
Queria realmente o fazer mas se fosse assim , tão fácil quanto dizer , eu não mais estaria aqui .
A melodia muda , os valores também , eu continuo a mesma , sempre mudando na mesma base , com o mesmo cal , eu sinto falta do quente que eu tanto desprezei , agora , sempre o anseio mais e mais . No meio dessa nostalgia , leva e trás, leva e trás , eu sinto frio .
Sei que escondo uma lágrima com um sorriso , não é fácil , já que tudo conspira dizendo que eu errei .
E se por acaso , eu sorrir em falso , saiba também que eu só queria chorar.

4 comentários:

  1. muito bom falar sobre o q se sente... alegrias, tristezas, angustias e etc.
    boa grafia e criatividade, um tanto nostalgica... mas algo que beira a poesia.
    reparei q vc é música!? que tal colocar isso em uma melodia e gravar um vídeo e postar aqui para nós???!!! falei pq pediu uma dica rsss
    abç e parabéns pelo blog

    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Fale sobre tudo, o que lhe faz bem, o que lhe faz mal.
    É uma forma até de aprender a lhe dar com essas coisas.

    ResponderExcluir
  3. Gostei do seu texto porque você tem que transmitir aquilo que sente. Às vezes nosso único meio de nos livrarmos de sentimentos como esse é realmente colocar pra fora, mesmo que esse colocar pra fora sejam simples simples rabiscos no papel.

    Quer falar de algo feliz pra escrever? Comece tomando atitudes que vão te fazer feliz. É o nosso único remédio.

    Adooooooooooro o seu blog e quem disse que você não escreve bem??? Clarooo que escreve!!!

    Beijos!

    Vanda Ferreira: http://vanda-ferreira.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. nostalgia tomou conta de nós, hein lub ?
    me emocionei aqui com seu texto, mesmo, estava lindo, a sinceridade completa exposta aí, parabéns minha linda!

    ResponderExcluir