domingo, 9 de maio de 2010

foi de saudade


Hey guys! Nesse domingo chuvoso, dia das mães, almoços de família, nada pra fazer, eu resolvi postar, escrever sobre uma little thing que tem aparecido no meu dia-a-dia.

Sempre me disseram para aproveitar as coisas, porque elas passam e sentiremos sua falta, nunca acreditei muito para falar a verdade, mas é isso aí.

A gente não vive sozinho, fato, vivemos no plural, mesmo sendo singulares, indo com alguns caminhando ao nosso lado, outros escondidos, mas que de repente cruzam nosso caminho com uma força tão grande que nunca mais conseguimos tirá-los da lembrança. Tem sempre aqueles que mantemos e sempre manteremos distância, mas na real ? Eles, por incrível que pareça, fazem uma diferença sim, eles aguçam nosso senso crítico e nos fazem ver o que não queremos ser, e é sempre bom ter alguma certeza, mesmo que pouca, de que não somos o que não queremos ou não aprovamos.
É, eu não gostei muito desse post, sure que não um dos meus melhores, mas podem ter certeza de que essas saudades ainda vão render muitas palavras, mesmo. E vocês, sentem esse aperto no peito ? Essa saudade estranha do tempo que passou e a gente não viu ?
Beijon e happy mothers day pra suas mães lindas e dedicadas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário