quinta-feira, 29 de abril de 2010

tenho andado distraído, impaciente e indeciso

Tem dias que tudo parece muito certo, concreto e exato, e já deveria saber que isso é temporário se tratando de mim, deveria saber mas nunca sei. E como há dias para a segurança, há dias para a insegurança também, sendo que é uma escala 1:340 praticamente. Ás vezes penso que se fizesse uma linha do tempo com meus pensamentos transitórios, ao final do dia ficaria parecida com aquelas que a gente faz para estudar pra prova de História, com os acontecimentos rápidos demais pra conseguirmos compreender exatamente o que são ou o que significam, é.
Algum filósofo importante disse "Uma vida sem reflexão não merece ser vivida", mas será que ele tinha dimensão do quanto de dor uma reflexão pode gerar ? Fico imaginando se todo mundo fica questionando, pensando e remoendo tanto que nem eu, se quem vai vivendo por instindo, sem pensar em algo, é mais feliz, mas nunca cheguei a uma conclusão, tem seus prós e tem seus contras. Eu sei que vocês sabem, eu sei que vocês sabem como é difícil querer ter certeza de um tudo e no final, não ter certeza de nada. Talvez seja essa a essência da adolescência, não é ?

2 comentários:

  1. "Tem dias que a gente se sente/ Como quem partiu ou morreu/ A gente estancou de repente/ Ou foi então que cresceu/ A gente quer ter voz ativa/ No nosso destino mandar/ Mas eis que chega a roda viva/ E carrega o destino pra lá..."

    Guguito's Flownen's
    =)

    ResponderExcluir
  2. chico buarque sempre possui a explicação , mesmo que sem a intenção , realmente (:

    ResponderExcluir